Valentine's Day...

Achei curioso de ver hoje tantos rapazes com ramos de flores e peluches nos braços.
"Que dia será hoje?", perguntei a mim mesmo... esquecendo-me completamente do dia dos namorados.

Não sei porquê, mas julgava que este ano calhasse a 16 de Fevereiro, como se o dia dos namorados fosse uma comemoração com data móvel...

Ao que parece e segundo o China Daily de hoje (14 de Fevereiro), o dia dos namorados, dia cada vez mais importante na China, é uma dor de cabeça para os chineses. Especialmente quando a data desta celebração se aproxima tanto da do Ano Novo Chinês, como é o caso este ano, muitas raparigas vêem-se sem os seus pares.
É que muitos casais formados não são da mesma cidade nem sequer da mesma província, o que quer dizer que uns dias antes da chegada do Ano Novo, muitos deixem as cidades onde estudam ou trabalham para voltar para a casa dos pais e celebrar a mais importante festa dos chineses em família, por maior que seja o desgosto das jovens raparigas...
Os que têm a sorte de viver na mesma cidade acham que todo o dinheiro gasto nesta data se justifica. Eles, sedentos de alguma originalidade, inscrevem-se em aulas de piano alguns meses antes de Fevereiro, afim de aprenderem a tocar um ou duas músicas de cor e poderem "exibir-se" neste dia, às respectivas, nos restaurantes com piano.
Ouve um que até disse ao referido jornal "I don't think many people have done something like this before", desconhecendo totalmente que ele é apenas um entre tantos outros chineses que tiveram o mesmo rasgo de "originalidade".
Só espero que nos restaurantes hajam suficientes pianos para tanta gente a querer impressionar a sua amada...

Um beijo para a minha namorada e olha... apesar de ter um piano de parede em casa dos meus pais, não serei capaz de te tocar seja o que for... No entanto, poderemos, no próximo ano (pois este ano será difícil), jantar em casa e depois tocar-te-ei qualquer coisa do Richard Clayderman em playback... lindo...
Tocar em playback... isto é que é originalidade...
朱朱, 我的愛, 我想你...

1 comment:

gengis khan said...

Este momento especial partilhado no blog foi particularmente tocante. Confesso que me emocionei, "oh la la, l'amour!"